CG Propaganda
Marketing digital
Como meu site pode ficar no topo do Google?
Todo site pode ser otimizado utilizando técnicas de programação SEO para melhorar seu desempenho das buscas naturais do Google.
Redes sociais
Outras empresas do
Grupo CG Comunicação
 
Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2011
Cuidado com as palavras!
No decorrer dos anos, vemos a publicidade abrindo aos anunciantes as possibilidades de comunicação através da linguagem. O objetivo desde sempre, foi impactar e levar o cliente à ação de compra. Porém, um problema vem sendo percebido pelos consumidores na forma como interpretam as mensagens e isso pode comprometer a integridade e credibilidade do anunciante.

No principio, quando os anúncios começaram a aparecer em jornais e em cartazes distribuídos na cidade, estes abusavam do texto, da descrição do produto, enfim, uma verdadeira redação sobre o item anunciado. Em outra instância, o abuso de fontes em tamanhos e cores diferentes e misturados em uma única peça, dava conta da mensagem, devido ao impacto da comunicação aos olhos do consumidor.

Viemos percorrendo esse caminho, passando também por uma tendência mais “clean” em anúncios, principalmente os impressos, que compunham peças mais objetivas, com poucos textos ou palavras. Depois encontramos peças que resgatam manifestações artísticas, textos sobrepostos em formas. Independente da época, o que todas essas fases tem em comum é que cada uma delas respeita uma tendência social dita pelo mercado de consumo. Mesmo que nos primórdios isso não interferisse muito no que era anunciado, o intuito sempre foi vender e agradar o consumidor de alguma forma.

Nos dias atuais, onde o mercado competitivo está cada vez mais diversificado e agressivo,  encontramos anúncios, principalmente àqueles de varejo, com apelos textuais carregados de efeitos argumentativos, dentre eles: recompensas rápidas, frases que anunciam grandes oportunidades, mas que muitas vezes ocultam certos “pormenores”, textos que levam o consumidor a pensar em algo que na verdade não é oferecido!

Todos esses itens são alguns dos “perigos” que frequentemente são vistos pelas páginas dos jornais, e até mesmo nas telinhas da TV. Se você é anunciante, CUIDADO! Um pequeno deslize, uma tentativa agressiva de levar seu consumidor a pensar na sua oferta como algo extremamente vantajoso, ou uma “oportunidade imperdível”, pode comprometer a integridade de seu anúncio e a credibilidade de sua marca junto ao cliente. Isso com certeza se transforma em uma situação extremamente negativa e em curto prazo.

Alguns exemplos frequentemente vistos: Data de validade da promoção inexistente ou oculta no anúncio, letras pequenas que dificultam a leitura, tarifas de ligação não informadas, descontos válidos somente em determinadas condições não expostas no anúncio, poucas informações sobre um produto que necessita de muita descrição, falta de informação sobre as exigências para aprovação de crédito e quem o faz (anunciante ou financeira), abuso de palavras redundantes que enaltecem o sentido, características de um produto levando-o ao posto “sublime” quando na verdade não é, ou promessas promocionais que não poderão contemplar todos os participantes.

É essencial usar a linguagem para convencer seu consumidor e leva-lo a atitude que você deseja. Isso é importantíssimo! Mas, além disso, saber direcionar as palavras de uma forma nítida, ética e autêntica deve ser papel fundamental de quem comunica. Para isso, conselhos de ética e regulamentação da linguagem publicitária disponibilizam aos anunciantes os códigos com todas as exigências. Consulte no site do CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária).

Aos anunciantes que se identificaram com esse artigo e acreditam que suas campanhas estejam devassadas nesse sentido, é importante buscar uma assessoria especializada, seja de uma agência de propaganda ou um redator com experiência em linguagem publicitária. Esses profissionais são altamente capacitados e treinados para trabalhar de forma correta a linguagem e seu poder argumentativo.

Lembre-se que o poder e o sucesso de sua marca dependem da sua ousadia, mas também de seus investimentos. Não encare atitudes como as que foram sugeridas como despesas. Invista na comunicação de sua empresa!
©2017 - CG Propaganda e Design - +55 (19) 3894-6007 - Indaiatuba - SP - Brasil